O Sintesac mais uma vez, vem a público repudiar as mentiras que lacaios do poder vem disseminando nas redes sociais

Publicado em 01 de janeiro de 2018 às 13:05

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre, mais uma vez, vem a público repudiar as mentiras que lacaios do poder vem disseminando nas redes sociais, se baseando naquela velha premissa nazista de que uma mentira repetida mil vezes se torna verdade.

A tática dos governos de esquerda sempre foi chamar seus opositores daquilo que eles são e acusa-los daquilo que eles fazem.

Em 2017, apenas para citar alguns exemplos do quanto os servidores da saúde foram prejudicados, o Governo Estadual:

- Retirou benefícios dos aposentados;

- Aumentou para 14% a contribuição previdenciária dos que estão na ativa;

- Exonerou centenas de servidores da SESACRE e FUNDHACRE que há décadas vinham sendo levados a crer que seus contratos haviam se estabilizados no tempo (e briga forazmente na justiça contra a ação movida pelo SINTESAC que visa reintegra-los);

- Demitiu sem justa causa servidores concursados do Pró-Saúde, protegendo os seus indicados políticos (e depois VETOU o projeto de lei, aprovado na ALEAC, que visava regularizar a situação desta entidade);

- Tentou terceirizar as unidades de saúde, querendo implantar Organizações Sociais (o que viabilizaria, dentre outras coisas, o ambiente apropriado para a demissão dos servidores "irregulares");

Dentre tantos outros ataques que sofremos, aos quais necessitaria escrever um livro para detalhar as agruras que passamos em 2017, neste ano sombrio.

E quanto ao reajuste que tivemos? Que fique absolutamente claro que o nosso pequeno reajuste salarial (que não foi suficiente para sequer cobrir a inflação) apenas foi obtido depois de muita luta e pressão feita pela classe, e não por bondade deste Governo, que, em seguida, nos presentiou com tantas tristezas.

Este ano não tivemos uma semana sem alguma nova briga para travar. Não tivemos descanso.

Agora, fomos surpreendidos com a mensagem de um "assessor especial" do Governo, aonde tenta-se desqualificar o nosso trabalho, politizando a nossa luta para tentar encobrir a realidade.

Contudo, advertimos que a classe da saúde não mais se deixará enganar, pois, com exceção daqueles que possuem algum FG ou SEC, todos estão fartos deste governo, e isto nada tem haver com politica ou conflitos entre situação e oposição, pois nossa luta É e SEMPRE será contra o massacre que os servidores da saúde vem sofrendo, independente de sigla partidaria.

Por fim, enquanto fala-se em dizer a verdade, a única coisa que vemos é a divulgação de mentiras.

O Adicional de Plantão Emergencial, mais conhecido como Plantão Extra, estar inserido dentro da Lei Complementar 84/2000, que regulamenta os VENCIMENTOS do servidor da saúde, razão pela qual esta verba faz sim parte do nosso salário e deve ser paga junto com os demais vencimentos, tais como, Adicional de Insalubridade, Adicional por Titulação e etc.

Dizer o contrário é mentira, mas para quem vive afastado da verdade há muitos anos, já não se pode esperar que tal pessoa consiga diferenciar uma coisa da outra.

Quanto ao movimento sindical, continuaremos firmes, vigilantes e sem qualquer temor.

A Diretoria.